Associe-se

Quem pode ?

Podem associar-se Pessoas Físicas e Jurídicas que estejam na plenitude de sua capacidade civil, que concordem com o Estatuto Social e preencham as condições nele estabelecidas. Área de atuação limitada ao Estado do Rio de Janeiro.

Como me associar ?

Para associar-se, o candidato deverá entrar em contato com a Central de Atendimento, ou para agilizar poderá ser enviado a documentação abaixo, de forma digitalizada, para o e-mail [email protected]

Pessoa Física (operações de crédito somente após 3 meses de movimentação de conta corrente)
  • Carteira de identidade / CPF;
  • Comprovante de residência (conta de consumo atualizado 60 dias);
  • Comprovante de renda ou Declaracão de Imposto de Renda (e Recibo) do último exercício.

Pessoa Jurídica
  • Veja a documentação completa e como fazer seu cadastro neste link.
 
A admissão de associados está sujeito a aprovação da Diretoria.

Benefícios

Confira abaixo alguns dos MUITOS benefícios de ser um Cooperado:

  • Pacotes tarifários sob medida e com custo reduzido;
  • Taxas de empréstimos diferenciadas e atrativas;
  • Alta Rentabilidade de seus investimentos;
  • Agilidade e atendimento humanizado e personalizado;
  • Flexibilidade nas negociações e garantias;
  • Participação nos Resultados;

Quanto custa ?

Se associar na Cooperativa não tem custo. O único investimento obrigatório é a integralização de cotas de capital, uma única vez, nos valores mínimos estabelecidos abaixo, que ficará indisponível para resgate até data de desligamento na cooperativa.

Pessoa Física
  • Integralização única de cotas-partes de capital no valor de R$ 100,00 (cem reais);

Pessoa Jurídica
  • Integralização única de cotas-partes de capital no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais);
  • Taxa de Abertura de Cadastro (TAC) no valor de R$ 100,00 (cem reais).

Quando do desligamento do associado na cooperativa, o valor integralizado de cotas-partes será devolvido até a realização da próxima Assembleia Geral Ordinária, devidamente corrigido pela distribuição de resultado dos exercícios e juros sobre capital próprio, se for o caso;

Diferencial

Seguem as respostas para as perguntas mais frequentes de nosso atendimento:

O que é uma Cooperativa Financeira ?

Associação de pessoas, que buscam através da ajuda mútua, sem fins lucrativos, uma melhor administração de seus recursos financeiros.

O objetivo da cooperativa de crédito é prestar assistência creditícia e a prestação de serviços de natureza bancária a seus associados com condições mais favoráveis.

A cooperativa de crédito é equiparada a uma instituição financeira (Lei 4.595). Seu funcionamento deve ser autorizado e regulado pelo Banco Central do Brasil (Resolução 4.434).

Seus administradores estarão expostos a Lei dos Crimes Contra o Sistema Financeiro Nacional (Lei 7.492) em caso de Má Gestão ou Gestão Temerária de Instituição Financeira.


Qual diferença para o Banco Comercial?

Ambos são entidades de intermediação financeira, porém com foco bastante distintos.

Enquanto os bancos privilegiam o capital e o acúmulo de patrimônio através de margens de lucros cada vez maiores, as cooperativas privilegiam as pessoas, gerando recursos para sua manutenção, expansão e diversificação.

A atuação do banco é de caráter eminentemente econômico, direcionando o capital para as aplicações mais lucrativas, mesmo que desvinculadas de produção e consumo, que é o que gera a riqueza do país.

A atuação da cooperativa é de caráter mais social, atendendo prontamente as necessidades específicas dos cooperados e da sociedade onde está inserida, otimizando a distribuição e a circulação da renda, podendo e devendo atuar como agente de desenvolvimento local.